Carrinho de compras
Seu carrinho está vazio

Atendimento

0

Troca Facilitada

Não serviu? 1ª Troca Grátis

Frete Grátis

*Consulte as regras de Frete

5% de Desconto

Para pagamentos no Pix

Parcele no Cartão

Até 6x Sem Juros

Site 100% Seguro

Seus dados protegidos

20/03/2023

MANEJO DE IRRIGAÇÃO PARA LAVOURAS:

 TÉCNICAS E ESTRATÉGIAS PARA O SUCESSO DA PRODUÇÃO

A prática de manejo de irrigação é fundamental para garantir o sucesso da produção agrícola, especialmente em regiões com clima árido e semiárido. A irrigação inadequada pode prejudicar o desenvolvimento das plantas, afetar a saúde do solo e, consequentemente, reduzir a produção. Por isso, é crucial conhecer as técnicas e estratégias adequadas para cada tipo de cultura e para cada região.

Antes de escolher a técnica de irrigação a ser utilizada, é importante realizar uma análise do solo e da água disponível, levando em consideração a demanda hídrica da cultura e a capacidade do solo de reter água. A escolha do sistema de irrigação também depende do tamanho da área cultivada, das condições climáticas e da disponibilidade de recursos financeiros.

Dentre os sistemas de irrigação mais comuns, destacam-se:

  • Irrigação por superfície: é um sistema que utiliza canais ou sulcos para distribuir a água pelo solo. É indicado para lavouras de arroz, feijão e milho.
  • Irrigação por aspersão: é um sistema que utiliza aspersores para distribuir a água pelo solo. É indicado para lavouras de  hortaliças e frutíferas.
  • Irrigação por gotejamento: é um sistema que utiliza tubos com pequenos orifícios para distribuir a água diretamente na raiz das plantas. É indicado para lavouras de  morango, tomate e uva.


Além da escolha do sistema de irrigação, é crucial realizar o manejo adequado da água, ajustando a quantidade e a frequência de acordo com a demanda hídrica da cultura e as condições climáticas. Algumas estratégias podem ser utilizadas para otimizar o uso da água e garantir a eficiência do sistema de irrigação, como:

  • Monitoramento da umidade do solo: o monitoramento da umidade do solo permite avaliar quando é necessário irrigar a lavoura. Existem diversos métodos para medir a umidade do solo, como o uso de tensiômetros, psicrômetros e capacitores.
  • Cálculo da evapotranspiração: a evapotranspiração é a quantidade de água que a planta necessita para manter seu desenvolvimento. O cálculo da evapotranspiração permite determinar a quantidade de água que deve ser aplicada na lavoura em cada irrigação.
  • Controle do tempo de irrigação: o controle do tempo de irrigação é fundamental para evitar o excesso de água na lavoura, o que pode prejudicar o desenvolvimento das plantas.
  • Adoção de técnicas de conservação do solo: a adoção de técnicas de conservação do solo, como a cobertura vegetal, ajuda a manter a umidade do solo, reduzindo a necessidade de irrigação.


É importante lembrar que cada cultura tem sua demanda específica de água e que as condições climáticas podem variar bastante de uma região para outra. Por isso, o manejo de irrigação deve levar em consideração esses fatores para garantir a produtividade e a qualidade dos cultivos.

Outro aspecto importante a ser considerado no manejo de irrigação é a conservação dos recursos hídricos. A água é um recurso finito e, em muitas regiões do mundo, já é escassa. Por isso, é fundamental que os produtores adotem práticas sustentáveis de manejo de irrigação, evitando o desperdício e a poluição da água. Algumas técnicas que podem ser adotadas são:

  • Reciclagem de água: em alguns sistemas de irrigação, como o gotejamento, é possível reciclar a água utilizada na irrigação. Essa água pode ser tratada e reutilizada no próprio sistema, reduzindo a demanda por água limpa.
  • Captação de água da chuva: a captação de água da chuva é uma técnica simples e eficiente para garantir o abastecimento de água para a irrigação. Com a instalação de sistemas de captação e armazenamento, é possível aproveitar a água da chuva para irrigar as lavouras.
  • Uso de cobertura vegetal: a cobertura vegetal é uma técnica de conservação do solo que também pode ajudar a manter a umidade do solo. Com a cobertura vegetal, é possível reduzir a necessidade de irrigação e, consequentemente, a demanda por água.
  • Monitoramento constante: o monitoramento constante da irrigação é fundamental para evitar o desperdício de água. Com o uso de tecnologias como sensores de umidade do solo e sistemas de controle automatizado, é possível ajustar a quantidade de água aplicada na lavoura de acordo com as condições climáticas e as necessidades das plantas.

 

Além da conservação dos recursos hídricos, o manejo de irrigação também pode contribuir para a redução dos impactos ambientais da agricultura. Algumas técnicas que podem ser adotadas são:

  • Uso de energia renovável: a energia elétrica é um recurso fundamental para o funcionamento dos sistemas de irrigação, mas pode ser obtida de fontes renováveis, como a solar e a eólica. Com a adoção de sistemas de energia renovável, é possível reduzir os impactos ambientais da agricultura e contribuir para a mitigação das mudanças climáticas.
  • Adoção de práticas de agricultura de baixo carbono: as emissões de gases de efeito estufa da agricultura podem ser reduzidas com a adoção de práticas de agricultura de baixo carbono, como o plantio direto e a rotação de culturas. Essas práticas ajudam a manter a qualidade do solo e reduzem a necessidade de insumos químicos, contribuindo para a sustentabilidade da agricultura.
  • Proteção da biodiversidade:agricultura pode contribuir para a proteção da biodiversidade, por meio da adoção de práticas de conservação dos recursos naturais, como a preservação de áreas de mata nativa e a implantação de sistemas agroflorestais. 

 

Essas técnicas incluem a adoção de práticas de manejo do solo que visam melhorar a capacidade de retenção de água, como a utilização de cobertura vegetal, técnicas de conservação de solo e a adição de matéria orgânica. Além disso, é importante considerar o uso de tecnologias mais avançadas de irrigação, como a irrigação por gotejamento com controle automatizado, que permite o fornecimento preciso de água para as plantas, reduzindo o desperdício e aumentando a eficiência hídrica.

Outro ponto importante é a gestão dos recursos hídricos disponíveis. A irrigação consome grande parte dos recursos hídricos mundiais, por isso é fundamental utilizar a água de forma consciente e responsável. É possível adotar práticas como a coleta e armazenamento de água da chuva, o uso de sistemas de reutilização de água, o tratamento de águas residuais, entre outras ações que contribuem para a conservação dos recursos hídricos e a redução do impacto ambiental.

Além disso, a adoção de práticas de manejo de irrigação sustentável pode trazer benefícios econômicos, sociais e ambientais. A redução do desperdício de água, por exemplo, pode levar a uma redução nos custos de produção e aumento da rentabilidade do produtor. A melhoria da eficiência hídrica também pode contribuir para a preservação dos ecossistemas e recursos naturais, além de reduzir os impactos da agricultura no meio ambiente e na sociedade.

Para que essas práticas sejam amplamente adotadas pelos produtores, é fundamental que haja incentivos financeiros e políticas públicas que estimulem a adoção de técnicas de manejo de irrigação sustentável. Isso pode incluir, por exemplo, a concessão de crédito rural para investimentos em sistemas de irrigação mais eficientes e a criação de programas de capacitação e assistência técnica aos produtores.

O manejo adequado da irrigação é fundamental para garantir a produtividade e a qualidade dos cultivos, além de contribuir para a preservação dos recursos naturais e a sustentabilidade da agricultura. A adoção de práticas de manejo de irrigação sustentável, que considerem as particularidades de cada cultura e região, pode trazer benefícios econômicos, sociais e ambientais para a sociedade como um todo. Por isso, é importante que produtores, pesquisadores e técnicos trabalhem juntos para aprimorar as técnicas de manejo de irrigação e promover a sustentabilidade da agricultura em todo o mundo.

Além disso, apesar de muitas vezes não ser considerado um elemento crítico do trabalho no campo, a exposição excessiva ao sol pode trazer sérios danos à saúde de quem faz o manejo da irrigação, aumentando o risco de desenvolver câncer de pele e outras doenças relacionadas.

Para evitar esses problemas, é crucial que o trabalhador utilize camisas com proteção solar, que oferecem uma barreira contra os raios ultravioleta, reduzindo os efeitos nocivos do sol na pele. Essas camisas são uma estratégia importante para garantir a saúde e a segurança de quem controla a irrigação da lavoura e durante as atividades no campo.

Portanto, além de adotar boas práticas de manejo de irrigação para garantir uma produção agrícola de qualidade, é fundamental que os produtores adotem medidas preventivas para proteger a saúde e a segurança, incluindo o uso de camisas com proteção solar.

É importante destacar que essa é uma questão que deve ser levada a sério, pois os danos causados pela exposição ao sol podem ser irreversíveis. Por isso, é fundamental que o trabalhador do campo, agricultor familiar, que seja, esteja ciente dos riscos e adote medidas de prevenção adequadas, como o uso das camisas com filtro solar, e assim, garantir sua saúde e segurança de sua pele durante as jornadas de trabalho. 

  • A partir de: R$ 94,90
    Comprar

    Camiseta Agro BRK Azul Brasil Agro é Top com UV50 +

    Mais de 400 modelos disponíveis para você usar no campo. Tecido Tecnológico com proteção Solar UV50+, toque gelado e anti-odor. 1 Ano de Garantia em toda a linha de camisas. Tudo em até 6x sem juros. Frete Grátis para Sul, Sudeste e Centro-Oeste.

  • A partir de: R$ 159,90
    Comprar

    Camisa Agro BRK Trator MR1000A Laranja e Preto com UV50+

    Adquira já a resistente Camisa Trator MR1000A! Proteção UV50+ com parcelamento fácil em 6x sem juros. Compre agora!

  • A partir de: R$ 159,90
    Comprar

    Camisa Agro BRK Respeita o Agro com UV50 +

    Só os bruto do agro usam BRK! Proteção solar, secagem ultrarrápida e muito mais em nossa camisa Respeita o Agro. Aproveite e consulte a disponibilidade de frete grátis para sua região e compre a sua!

  • A partir de: R$ 159,90
    Comprar

    Camisa Agro BRK Branca Trator Made in Roça com UV50 +

    A camisa Agro Brk Branca Made in Roça Trator Agrícola Vermelho com Uv50 une o charme da vida rural com a proteção UV50. Exiba seu amor pelo campo com estilo e segurança.